visita à igreja da imaculada conceição de nossa senhora – antônio olinto/pr

antonioolinto_igrejaimaculadaconceicao_foto_gilsoncamargo_outubro2010f

O deputado Angelo Vanhoni esteve em Antonio Olinto/PR neste sabado, 11/09, para encontro de confraternização com moradores da cidade em apoio a sua candidatura à reeleição em 2010. Em sua visita Vanhoni foi recebido por membros da comunidade ucraniana que tem acompanhado sua atuação no Congresso Nacional em prol da diversidade cultural do estado do Paraná e da preservação do patrimônio histórico da imigração eslava.

Antônio Olinto é uma das mais antigas e tradicionais colônias ucranianas no Brasil. Os primeiros imigrantes ucranianos, no final do século 19, partilhavam com os poloneses a mesma capela construída pelo governo, mas, ressentiam-se da falta de assistência religiosa e do rito bizantino de sua igreja e, em 1902 iniciaram a construção de sua própria capela, que em 1911 recebeu o primeiro sacerdote. Em seguida chegou a colônia o padre João Michalczuk que concluiu as obras da igreja inaugurando-a em 1913.

antonioolinto_igrejaimaculadaconceicao_foto_gilsoncamargo_outubro2010eweb

Restaurada em 2009 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IphaN/MinC) a igreja, no mais puro estilo bizantino, foi projetada em Jovkwa, Ucrânia e construída em madeira nativa pelos imigrantes. Com planta cruciforme, apresenta um acesso modesto, com telhado em duas águas, seguida de composição comum em igrejas ortodoxas: cinco cúpulas de planta octogonal arrematadas por lanternins, tendo no topo a cruz. A torre da igreja, isolada do corpo principal possuía cinco sinos, dos quais restam três.

antonioolinto_igrejaimaculadaconceicao_foto_gilsoncamargo_outubro2010s

A igreja é uma relíquia da imigração ucraniana no Paraná. Uma obra de arte, ricamente decorada, com finíssimo trabalho de entalhe e belas esculturas. Na parte inferior das cinco cúpulas, várias pinturas representam os quatro evangelistas e os momentos mais significativos da vida de Jesus e de Maria, e chega a onze o número de quadros e pinturas da Virgem Santíssima. O altar mor feito de imbuia é do escultor Gabriel Budne, de Prudentópolis.

antonioolinto_igrejaimaculadaconceicao_foto_gilsoncamargo_outubro2010x

O deputado foi recebido pelo padre Walmir Uhren e pelo prefeito José Veiga e almoçou o tradicional perohe ucraniano oferecido pelas Irmãs Servas de Maria Imaculada, responsáveis pela igreja e pela casa paroquial.

antonioolinto_igrejaimaculadaconceicao_foto_gilsoncamargo_outubro2010n

Entre os assuntos referidos pelo deputado estiveram as comemorações dos 120 anos da imigração ucraniana, que acontecerá em 2011 e contará com apoio do governo federal. Será uma oportunidade de difundir pelo Brasil a produção cultural eslava, que se reflete na arquitetura, música, dança, artesanato, técnicas agrícolas e culinárias, e de expandir os intercâmbios nas áreas das ciências, cultura e educação com os países de origem.

antonioolinto_igrejaimaculadaconceicao_foto_gilsoncamargo_outubro2010

Também conhecida como Igreja de Nossa Senhora dos Corais, está situada na localidade de Linha Munhoz, emoldurada pela mata nativa.

Fotos: Gilson Camargo

antonioolinto_igrejaimaculadaconceicao_foto_gilsoncamargo_outubro2010m

Dentre as peças do acervo da igreja destaca-se o histórico quadro bordado com a imagem de Nossa Senhora dos Corais. Consta que após a ampliação e conclusão da igreja, consagrada a Imaculada Conceição, o padre Michalczuk pensou em um quadro que representasse a padroeira e começou então a reunir corais e jóias que as famílias possuíam e podiam doar para que o mesmo fosse confeccionado. Ele dirigiu-se a um convento de irmãs da Sagrada Família na cidade de Curitiba e pediu às irmãs que produzissem o quadro, que foi concluído em 1932, trazido para Antônio Olinto e exposto na igreja a partir de 1933.

5 Comentários

  1. LAURO
    16 de setembro de 2010

    Lindas as imagens e parabéns pela restauração. Tenho a fazer uma observação: PIEROGI é termo que não está associoado à cultura ukraniana e sim a cultura Polonesa. Em ukraniano é “PEROHE”.

  2. Therza Micaloski
    4 de maio de 2013

    Visitamos o site da minha cidade natal,e achei a igreja que me criei.tenho 67 anos e me emocionei por te-la visto igual com era quando criança,Meu pai ajudou a construir.Seu nome era Estefanio Mikaloski.A mãe era Peláguia Marinoski Mikaloski.Se eu tiver primos ou conhecidos gostaria de saber. Obrigado.

  3. margaret placha
    20 de janeiro de 2014

    Gostaria de saber se alguem conheceu meu avo jose placha que veio da polonia em 1910 .
    Se puderem me ajudar ficarei feliz , mesmo que seja para saber de que cidade da polonia que
    ele veio era amigo de antonio procopiak .
    Obrigada

  4. Karine
    18 de março de 2014

    Olá, preciso de segunda via do Batistério de Angela Muller Romanchuk, foi realizado dia 18/11/1995…Pai: Miguel Romanchuk e Mae: Jussara Aparecida Romanchuk…Nascida dia 11/09/1995.

    Ja enviei pedido a voces via carta e nao obtive resposta…

    Att; Karine
    Paróquia Nossa Sra do Perpétuo Socorro – (041) 3643 1342

  5. olivio zaganski
    28 de junho de 2016

    Esta maravilhosa Igreja traz muitas saudades da minha infância, onde estive em diversas festas e missas, o tempo passa mas lembro muito bem das ceias, dos bailes, em fim, muitas coisas que nos fazia feliz! um grande abraço a todos de Antonio Olinto.
    Olivio zaganski

3 Trackbacks

  1. […] visita à igreja da imaculada conceição de nossa senhora – antônio olinto/pr […]

  2. By acervo de publicações do blog at Angelo Vanhoni on 29 de setembro de 2010 at 17:21

    […] visita à igreja da imaculada conceição de nossa senhora – antônio olinto/pr […]

  3. […] o Ministério da Cultura para restaurar alguns destes edifícios. Assim aconteceu com as igrejas da Imaculada Conceição, em Antônio Olinto e a de São Miguel Arcanjo, em Mallet. Agora estamos trazendo a mesma perspectiva para São […]

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!