mupe (museu de periferia do sítio cercado) – oficina do ibram “museu, memória e cidadania” – curitiba – 02/09/2009

GUS_8146 []
O grupo de dança Ka-Naombo fez a apresentação de abertura da oficina “Museu, Memória e Cidadania” ministrada pela equipe do Departamento de Processos Museais do Ibram, no Sítio Cercado.

Assista a reportagem sobre o MUPE no Jornal da Globo

Moradores, artistas e representantes de associações comunitárias do Sítio Cercado, em Curitiba, receberam nos dias 2 e 3 de setembro a equipe do Ibram coordenada por Mário Chagas, dando sequência ao processo de implantação de um Ponto de Memória no bairro. A oficina “Museu, Memória e Cidadania” é a primeira de uma série de visitas da equipe do Instituto Brasileiro de Museus à comunidade. A previsão é de que uma exposição inaugural do MUPE ocorra ainda este ano, no final de novembro. O Ponto de Memória em Curitiba, que será o quarto do país integra um projeto piloto para a abertura de um amplo edital a partir de 201.

Leia mais sobre o MUPE no blog www.mupe.wordpress.com

GUS_8572 []

Mario Chagas, diretor do Departamento de Processos Museais do Ibram,  falou sobre a importância dos museus na construção da identidade dos grupos sociais e comunidades e sobre as diferentes formas como esta questão vem sendo abordada historicamente. A perspectiva do museu social trazida pelos Pontos de Memória em contraposição a uma conceituaçâo aristocrática e elitizada dos museus, busca trabalhar a memória de forma viva e dinâmica, valorizando mais o ser humano e sua potência de transformação da realidade do que fixando edificações ou objetos para serem protegidos e guardados. É um museu comprometido com a vida das pessoas e com o desenvolvimento da comunidade. Durante a oficina foram criados grupos de estudos entre os participantes para aprofundar as pesquisas sobre a história do bairro.

Link para entrevista com Mario Chagas

GUS_8584 []
A oficina contou com performances de Hélio Leites e Kátia Horn  (Museu do Botão) e Efigênia Rolin (Museu Vida do Papel de Bala), artistas curitibanos de expressão internacional  com trabalhos relacionados a museologia contemporânea.

A participação de artistas e agentes culturais é essencial no processo de construção da identidade e valorização da memória, são eles os principais difusores das tradições locais e de sua atualização.

O MUPE surgiu como desenvolvimento coletivo de um intercâmbio cultural. A contadora de histórias Marilene Nunes e a cantora e compositora Afrolady estiveram na sede da Associação Nossa Luta em abril de 2009 para uma apresentação de contos e canções de suas comunidades. O evento oportunizou uma troca de experiências sobre os caminhos percorridos e os procedimentos que possibilitaram a criação do Museu da Maré e do MUF (Museu de Favela), instituições pioneiras no Brasil como Pontos de Memória.

GUS_8590 []

O Ibram dará subsídio ao MUPE no processo de implantação do Ponto de Memória  com acompanhamento periódico e oficinas. A equipe é composta por Marcele Pereira e Joana Regattieri, Coordenadoras de Museologia Social e Educação do Departamento de Processos Museais do Ibram, e por Beatriz Lira e Welcio de Toledo, Consultores do Projeto Pontos de Memória da OEI – Organização dos Estados Íbero-Americanos.

GUS_8112 []
Efigênia Ramos Rolim, com a iniciativa “Museu Vida do Papel de Bala”, recebeu a Ordem do Mérito Cultural 2008, premiação concedida a personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram na área da Cultura.

Fotos: Gus Benke

A participação de artistas e agentes culturais é essencial no processo de identificação da memória viva. São eles os principais difusores das tradições locais, de sua atualização e expressão dos anseios coletivos
Efigênia Rolin – com a iniciativa  Museu Vida do Papel de Bala. recebeu a Ordem do Mérito Cultural 2008, premiação concedida a personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram na área da Cultura.Efigênia Rolin – com a iniciativa  Museu Vida do Papel de Bala. recebeu a Ordem do Mérito Cultural 2008, premiação concedida a personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram na área da Cultura.Efigênia Rolin – com a iniciativa  Museu Vida do Papel de Bala. recebeu a Ordem do Mérito Cultural 2008, premiação concedida a personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram na área da Cultura.Efigênia Rolin – com a iniciativa  Museu Vida do Papel de Bala. recebeu a Ordem do Mérito Cultural 2008, premiação concedida a personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram na área da Cultura.fotos: Gus Benke

1 Comentário

  1. 10 de setembro de 2009

    RAPPAZ Encontro Metropolitano de Cultura de Rua Pela Paz-
    PAZ SEM VOZ, NÃO E PAZ E MEDO..
    O Centro Cultural Humaitá, em parceria com a Associação Paranaense da Cultura Hip-Hop realizam dia 13 de Setembro de 2009, a partir das 12h, no Centro Poliesportivo de Piraquara mais uma edição do RAPPAZ – Encontro Metropolitano de Cultura de Rua Pela Paz.
    Evento que já contabiliza Cinco edições realizadas em Colombo, uma em São Jose dos Pinhais e uma no Bairro Parolin, em Curitiba, este ano amplia sua área de abrangência, articulando parcerias entre as prefeituras de Colombo, São José dos Pinhais, Campo Largo, Piraquara, Antonina e Curitiba bem como com a Secretaria de Estado da Cultura, a Secretaria Municipal de Assuntos Metropolitanos e comerciantes locais.
    Tendo em vista a insegurança social e econômica, a falta de perspectivas culturais e profissionais, a violência, o tráfico de drogas, o aumento do consumo de crack nas periferias, o RAPPAZ – Encontro Metropolitano de Cultura de Rua Pela Paz surge como uma opção de lazer, arte e entretenimento para os jovens.
    O objetivo é criar uma rede de intercâmbios culturais e de parcerias, articulando instituições e agentes culturais de diferentes comunidades, afim de vitalizar os espaços públicos com esporte, elementos da Cultura Hip Hop e das culturas de matriz africana. Desta forma, contamos estimular na juventude o interesse pelo esporte, pela arte e pela cultura, bem como encontrar novos talentos e gerar oportunidades que fortaleçam e dêem visibilidade aos agentes culturais envolvidos.
    O evento promove também uma campanha de conscientização pela cultura da paz e presta solidariedade ao Rapper David Black, que foi recentemente vitimado pela violência de trânsito. Parte da alimentação arrecada será revertida em seu benefício.
    Ficaremos honrados com seu incentivo, doando 1 kg de alimento voce concorrerá a brindes sorteados durante o evento.
    Apresentações
    A.L.F
    MENTKPTA
    RITMO NEGRO
    RAPERCUSSÃO
    RETRATANDO FATO
    DJ’s
    Fefo e Style
    Break
    Can Africa Spin Crew
    Graffiti
    Mostra e Graffitagen com Crew Local e Convidados.
    E ainda a feira Hip Hop Em Exposição

    BATALHA DE BREAK 1X1
    CAMPEONATO DE SKATE BEST TRICK
    CAMPEONATO DE STREET BALL 1X1
    Tera Premiação para os 3 Primeiros Lugares
    1º Grana, Brindes,Trofeu .
    2º Grana,Brindes,Trofeu
    3º Trofeu e Brindes.
    E MEDALHAS PARA DESTAQUE FEMININO E MASCULINO
    NFORMAÇÕES DOS ÓNIBUS QUE CHEGAM AO EVENTO (no guadalupe o Curitiba-Piraquara) (no terminal de pinhais o pinhais -Piraquara) Ambos descer o terminal de piraquara.

    REALIZAÇÃO
    Associação Paranaense de Cultura Hip Hop
    Centro Cultural Humaita
    INFORMAÇÕES
    91617961-84784242
    http://www.hiphoprightrow.blogspot.com

3 Trackbacks

  1. […] mupe (museu de periferia do sítio cercado) – oficina do ibram “museu, memória e cidadania” – curitiba – 02/09/2009 Por vanhoni 1 Comment Categorias: Uncategorized O conteúdo deste post encontra-se em http://www.vanhoni.com.br/2009/09/mupe-museu-de-periferia-do-sitio-cercado-oficina-do-ibram-museu-me… […]

  2. […] oficinas de museologia vem sendo ministradas periódicamente, sendo que a primeira delas “museu, memória e cidadania” contou com a presença de Mário Chagas, atual Coordenador de Processos Museais do IBRAM. Em  2010 […]

  3. […] no Sítio Cercado, Curitiba. Após este contato a comunidade se organizou para solicitar as oficinas de museologia do IBRAM que ocorreram durante os anos de 2009 a 2011. O primeiro conselho gestor da entidade foi […]

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!