fórum municipal de desenvolvimento de colombo/pr – josé do nascimento junior, presidente do instituto brasileiro de museus (ibram)

nascimentojunior_foto_gilsoncamargo_colombo_19_08_2011parana

O presidente do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), José do Nascimento Junior, participou do I Fórum Municipal de Desenvolvimento de Colombo, nesta sexta feira, 19/08/2011. O evento contou com palestras do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo e do diretor de Desenvolvimento Urbano e Regional do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), professor Francisco A. Costa. O Fórum, que aconteceu nos dias 18 e 19 de agosto por iniciativa da prefeitura do município, foi composto por diversos painéis abordando temas como: Políticas Públicas de Abrangência Social; Programas Governamentais e o município de Colombo; Geração de emprego e renda; Desafios do desenvolvimento sustentável em um território de preservação ambiental, dentre outros.

Em sua palestra, “Cultura e Expressão Artistica” José do Nascimento discorreu sobre a importância da memória nas politícas culturais, a expansão do campo museológico brasileiro, a cidade como expressão simbólica coletiva, o entendimento da cultura como fator de desenvolvimento econômico, e ressaltou a influência da Convenção da UNESCO sobre Promoção e Proteção da Diversidade das Expressões Culturais no Plano Nacional de Cultura. A Convenção, aprovada em 2006, favorece a reafirmação do direito soberano dos Estados de implementarem políticas necessárias à proteção e promoção de suas expressões culturais e a necessidade de se estabelecer medidas de proteção às expressões culturais vulneráveis e ameaçadas.

nascimentojunior_foto_gilsoncamargo_colombo_19_08_2011parana2

É importante primeiro contextualizar o papel da cultura no desenvolvimento das cidades. Entender que a cidade é um fenômeno cultural. Partir desse pressuposto de que nela cada elemento é uma expressão das pessoas, de suas açôes, das marcas que as diferentes identidades imprimem em seu entorno e que constroem a cidade através do tempo. A cidade é uma síntese de várias culturas, de vários olhares, ela é o resultado deste processo.

Neste Fórum estamos falando de desenvolvimento econômico e a cultura está tradicionalmente vinculada à área social. Mas, este entendimento está mudando em nossas politicas públicas e a cultura a cada dia tem saído mais do campo do social e vem sendo percebida como vetor essencial para o desenvolvimento econômico, integrando o planejamento das nossas cidades. A cultura é um campo que gera mais empregos do que diversos setores produtivos e com menor investimento.

José do Nascimento Junior

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!