festa de nossa senhora de czestochowska – campo largo/pr

DSC06464b

Vanhoni participou da procissão em homenagem à padroeira da Polônia, Nossa Senhora de Czestochowska, comemorada no dia 26 de agosto (neste ano a comemoração aconteceu no dia 29, domingo) na Colônia Rivier, Distrito Ferraria, em Campo Largo/PR. (Foto: Christina Minuzzo)

Rivier foi uma das primeiras colônias de imigrantes poloneses no Paraná  (os pioneiros chegaram na década de 1870) e hoje conta com aproximadamente 200 famílias vivendo em pequenas propriedades, com sua principal atividade voltada à agricultura familiar.

O deputado, que tem marcante atuação no município em defesa da cultura e da manutenção dos grupos folclóricos poloneses, foi recepcionado pelo comando da Capela de Nossa Senhora de Monte Claro e acompanhou em uma charrete a procissão dos agricultores com seus tratores e equipamentos de trabalho pela estrada de Nossa Senhora de Monte Claro até a capela, onde foi celebrada missa pelo arcebispo local.

Czestochowska copy

O milagroso quadro de Nossa Senhora de Czestochowska.

Conta-se que a imagem foi pintada por São Lucas, no tempo de Maria Santíssima, no tampo de uma mesa de madeira feita por São José e no qual a sagrada família fazia suas refeições. A pedido do evangelista, Maria sentou-se para que ele pudesse retratá-la. Terminado Maria disse: “Minha graça irá acompanhá-lo”. Assim, começou a história deste milagroso ícone.

O retrato foi descoberto por Santa Helena, que visitava a Terra Santa a procura da verdadeira cruz de Cristo. Ela presenteou com a pintura seu filho, o imperador Constantino, que a colocou numa das salas do palácio, onde ficou até o ano de 431. Após, foi levada para a igreja que o imperador edificou para a pintura e lá ela permaneceu por 5 séculos. Sempre que exposto, o quadro atraiu numerosos peregrinos e muitos milagres foram atribuídos à intercessão de Maria, por pessoas que oravam junto à pintura. No decorrer dos anos muitos inimigos invadiram Constantinopla e a igreja onde estava o retrato transformou-se em um centro de esperança para o povo da cidade. Durante um ataque, a Igreja pegou fogo e tudo foi destruído, exceto uma pequena parte da parede onde estava o retrato.

Mais tarde o sagrado quadro alcançou o sul da Polônia – foi eventualmente dado como parte de um dote pela união das famílias reais de Constantinopla e Kiev. Em Kiev, foi instalado no palácio real de Belz e permaneceu lá por 579 anos. O príncipe Ladislaus Opolski, encontrou o sagrado quadro no castelo de Belz e, determinado a salvar a imagem das invasões dos Tartars, fez um minucioso exame da cidade mais segura para onde levaria o retrato, Olsztyn. Durante a viagem parou para descansar, e no alto de um monte chamado Jasna Gora (Morro Brilhante), próximo a Czestochowska, a pintura foi colocada em uma pequena igreja de madeira, a Igreja da Assunção. Na manhã seguinte, o retrato foi cuidadosamente reposto em seu vagão, mas os cavalos recusaram a se mover e não houve força humana que os fizesse caminhar; porém, assim que tiraram o quadro do carro, por terem resolvido deixa-lo naquele lugar, puderam os animais, no mesmo instante, pôr-se em movimento. Ficando o quadro em Czestochowska, por vontade de Maria Santíssima, deram-lhe um novo título: Nossa Senhora de Czestochowska.

Em 1430, os hussitas saquearam o mosteiro e carregaram todos os tesouros de Jasna Gora em vagões. Mas, os cavalos que puxavam o vagão onde estava a pintura não se moviam. Os hussitas então jogaram a pintura fora do vagão, e os cavalos moveram-se. Um dos incursores cortou duas vezes com a espada a pintura no mordente direito de Maria. Apesar da destruição, o santuário foi em pouco tempo restaurado (conta-se que em 15 dias). Inúmeras foram as tentativas de reparar os dois cortes no mordente da Virgem Maria e no ferimento da garganta, mas estes reapareciam sempre. Acredita-se que por vontade de Maria as cicatrizes deveriam permanecer. Assim, o milagroso quadro não escapou da desecração e da mutilação, bem como de sensíveis alterações, tanto que é chamado de “Madonna Preta“, pois a pintura original foi escurecida pelo resíduo acumulado das velas e pelas flamas do fogo no incêndio ocorrido.

O mosteiro, transformou-se em uma fortaleza e em um ponto de referência do nacionalismo polonês e suportou o ataque do poderoso exército sueco, em 1655. No ano seguinte, o rei Casimiro proclamou Nossa Senhora de Czestoshowska a Rainha da Polônia e o Santuário de Jasna Gora capital espiritual da Polônia. Em 1683, resistiu aos ataques dos Turts. Durante os anos de divisão da Polônia (1772 – 1918), o santuário transformou-se em um local de união para os povos poloneses. Com a restauração da independência nacional em 1918, os peregrinos eram milhares em um culto constante e fervoroso e quando a segunda guerra terminou, a nação devastada pelo sofrimento da guerra encontrou força e coragem no santuário.

Cópias do milagroso quadro espalharam-se por toda a cristandade e em muitas igrejas de outros países ficaram expostas e foram veneradas. A reputação internacional da imagem foi consideravelmente alcançada em razão da devoção pessoal do Pontífice Romano, o papa João Paulo II, filho nativo da Polônia, que visitou o Santuário em Jasna Gora e orou junto ao milagroso quadro durante sua histórica visita em 1979, meses depois de sua eleição à cadeira de Pedro. No presente, uma pintura de Nossa Senhora de Czestoshowska, adorna o local de reza do Santo Padre.

7 Comentários

  1. Gláucia Roberta Vaz Félix
    4 de setembro de 2010

    Deputado Vanhoni: volta a ser, para mim, uma alegria cumprimentá-lo pela beleza das fotos colocadas em teu Site. A história de Nossa Senhora de Czestochowska é lindíssima, tendo me comovido. Como católica, fico feliz em perceber essa característica de religiosidade em alguém que admiro demais, como me ocorre em realação a ti. Também me faz ver-te como uma pessoa de grande valor, sensibilidade e, sobretudo, disponibilidade -ao que também o faz digno de cumprimentos – o fato de demonstrares te sentires bem e à vontade junto das pessoas mais humildes. Isso é bonito e sinal de simplicidade – coisa que penso ser um dos melhores atributos de um ser humano. Nem todos os que escolhem a política são assim. Louvo a Deus por existir um Vanhoni assim e também por esse Deus ter me concedido o prazer de conhecê-lo. Continue dessa forma.
    Abraços.
    Gláucia Roberta Vaz Félix
    Rosário do Sul/R.G.S.

  2. Christina Minuzzo
    20 de setembro de 2010

    Assumi a campanha do Vanhoni de corpo e alma, porque acredito neste ser humano que se entrega de verdade à sua função de deputado, mas com uma grande diferença: ele se importa. Seu trabalho de décadas com a cultura mostra a compreensão de quem sabe por onde passa – e deve passar – a verdadeira inclusão. É resgatando, constituindo e preservando a cultura de nosso povo que estaremos respeitando e construindo sua identidade como sujeitos históricos de direitos. Assim ele faz na Educação, pois a mesma está ligada naturalmente à questão cultural, também como instrumento de transformação social. E nesse processo de luta Vanhoni segue incólume, incorruptível e com uma força de vontade de arrepiar.
    Siga, companheiro, até a vitória. conte comigo, sempre. À vitória da Presidente Dilma, da Gleisi, do Osmar. A tua vitória que é nossa também – de todos e todas que acreditam de coração que neste mundo cabem todos e é de todos.
    CHRIS – CAMPO LARGO. 20/09/2010

  3. 26 de setembro de 2010

    o meu nome e lucia aguiar encontrei essa santa num local aonde er desconhecido comecei a frequentar este lucal todos os dias em que eu nas minhas oracoes pedia sempre que me desse um trabalho que estava desempregada ja ha 7 meses mas continuei sempre a frequentar e por milhagre dela eu tenho o meu trabalho estou com muita fe e sinto cada vez mais eu acredito que ha milhagres o meu espanto foi que nunca conheci essa santa depois comecei a falar com o meu marido aonde ele me amostrou a verdadeira historia real dela para mim e uma grande supres e ela euma santa milhagrosa peco sempre a ela pela saude de todos e que nos portegam e deia a minha familia a paz e que ajude a minha filha e o meu filho e a minha netinha e a minha nora e a todos a paz que ela ponha a sua mao e o seu poder nos homens das nacoes para que se unem pela paz agradeco a elea e a todos que leiam este meu comentario que a realidade e a fe existe sempre para quenm acreita que deus esta sempre entre nos lucia jose natacha miguel hannah jennefer a todos

  4. 26 de setembro de 2010

    eu pela primeira ves fiquei a conhecer a historia de santa e por atravez de minha esposa porque ela me disse e que ela pedio a ela e ela concedeu um milhagre na nossa vida eu nao trabalho fui operado ao coracao tive 2 ataques cardiaques e antes de ser operado o medico disse a minha esposa e filhos que a minha operacao levaria 6 horas e que iam me por 6 bay pass mas a cirugia ela so levou aproximadamente 4 horas e o medico veio ca ao quarto aonde estava minha esposa e filhos e cunhados e disse a minha esposa correu tude bem e quem e que esta rezando por ele e que so foi presizo 3 bay passe a minha esposa ela disse a sua mae e nos aqui ele dise foi milhagre pode crer estou aqui vivo com saude nao posso e trabalhar derivado ao esforco que o meu trabalho obriga fazer sou mecanico mas faco a minha vida bem corro ando nao fumo e nao bebo e o meu ataque do coracao foi por fumar muito e beber muito cafe e nao bebo bebidas alcoolicas nunca bebi e pesso a ela que deia a paz ao mundo que me deia mais uma luz para uma pessoa da minha familia deixar a bebida peco a ela que nos ajude

  5. jose aguiar
    26 de setembro de 2010

    como e grande o poder de deus me explicao come e que o homeme quer ter mais poder do que poder de deus como ele egrande e cheio de forca e milhagres todos nos temos na nossa vida milhagresm tive um e bem grande gracas a deus fui operado ao coracao e gracas a deus estou aqui vivo e cheio de forcas gracas a deus no principio os medicos disseram a minha familia que seria 6 bay passe mas quando fui operado e quando acabarem o medico veio ca fora e disse correu tude bem e so foi presizo 3 bay pass alguem esta rezando por ele foi mesmo milhagre de deus gracas a deus deus e grande

  6. Caroline Garcia
    25 de outubro de 2010

    São Lucas não conheceu Maria pessoalmente.

  7. Mara Barcellos
    11 de janeiro de 2011

    Tenho a convicção de que, ao assumir a campanha do srº Vanonni, Christina o fez por estar convencida do valor deste. Admiro esta valorosa pessoa, cidadã, filha, mãe e muito amiga.
    Mara Barcellos

2 Trackbacks

  1. […] festa de nossa senhora de czestochowska – campo largo/pr […]

  2. By acervo de publicações do blog at Angelo Vanhoni on 29 de setembro de 2010 at 18:45

    […] festa de nossa senhora de czestochowska – campo largo/pr […]

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!