ensino superior – sancionada a lei que cria a universidade da integração latino-americana – unila

20100113131831a
Fernando Haddad, ministro da Educação, Lula e Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores, durante ato realizado em 12/01/2010 – Foto: Ricardo Stuckert / Presidência da República.

O Presidente Luís Inácio Lula da Silva sancionou, nesta terça-feira, dia 12, a lei que cria a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), em Brasília. A Unila terá proposta acadêmica inter e transdisciplinar, com aulas bilíngues em português e espanhol. Metade dos professores e alunos será de brasileiros e a outra metade virá de outros países da região. A intenção é atender 10 mil alunos até 2015. O primeiro processo seletivo deve ocorrer no segundo semestre deste ano. Na visão do ministro da Educação, Fernando Haddad, além de atrair alunos de todo o continente ao Brasil, a universidade pretende formar cidadãos capazes de pensar todas as áreas do conhecimento a partir da perspectiva da integração latinoamericana.

“A título de exemplo, queremos que o bacharel em direito não apenas domine o ordenamento jurídico nacional, mas tenha preparo para compreender o ordenamento dos países latino-americanos e saber pensar maneiras de integração entre os países. Isso vale para economia, relações internacionais, bioenergia”, exemplificou. Haddad lembrou que a universidade é a 13ª nova instituição de educação superior criada pelo atual governo. “Havia 43 instituições em 2002 e agora são 56. Superamos a marca de JK, que havia criado 10 universidades”, comemorou, em referência ao governo do ex-presidente Juscelino Kubitschek. De acordo com o ministro, os investimentos em educação superior foram combinados a aplicação de recursos federais nos demais níveis e etapas da educação. “Passamos de um orçamento de R$ 20 bilhões para R$ 50 bilhões. Isso deu sustentação aos investimentos feitos também na educação profissional e na educação básica”.

Para o governador do Paraná, Roberto Requião, a universidade amplia a oferta de educação superior de qualidade no estado. “Tínhamos apenas uma federal. Agora temos a presença do Instituto Federal de Educação Profissional e Tecnológica (IFET) e a Unila”. A instituição funcionará provisoriamente nas instalações da usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu / PR. “O projeto arquitetônico, que é de Oscar Niemeyer, já está pronto para licitar. A nossa urgência agora é terminar o projeto pedagógico com quatro eixos: integração no plano da cultura, das instituições, da biociências e da integração física”, explicou Haddad. Até o final de janeiro, o projeto pedagógico deve ficar pronto e, em seguida, haverá concursos para contratação de técnicos e professores. A seleção dos alunos brasileiros deve ocorrer a partir das notas dos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os alunos estrangeiros passarão por avaliação semelhante a ser realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Fonte: Ministério da Educação

Link para post Universidade da Integração Latino-americana – Unila – Seminário na UFPR – 24/06/09

3 Comentários

  1. 21 de janeiro de 2010

    “Мне нравятся Ваши посты”

  2. обои
    29 de janeiro de 2010

    Занятно! Спасибо за материал.

  3. 1 de fevereiro de 2010

    “Спасибо за такой пост”

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!