educação – repactuação do acordo da funpar/hc/ufpr com a união, ministério público do trabalho e ministério do planejamento

P1160198

Quarta feira, 26/05, o reitor da Universidade Federal do Paraná, Zaki Akel Sobrinho, representantes da FUNPAR/UFPR e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau do Paraná (SINDITEST) foram a Brasilia reunir-se com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo. Em pauta, o Termo de Conciliação Judicial firmado em 2007 entre a União, o Ministério Público do Trabalho e o Ministério do Planejamento, com o objetivo de substituir a mão-de-obra terceirizada contratada pelo Funpar e lotada no Hospital de Clínicas da UFPR até o prazo limite de 31/12/2010. Tanto a Reitoria como os trabalhadores foram reivindicar uma alternativa para evitar as demissões frente a necessidade acordada de substituição destes funcionários. O ministro foi taxativo ao afirmar que “o governo não demitirá ninguém”, e comprometeu-se em apresentar o quanto antes uma alternativa. “Poderá ser aos moldes do que aconteceu com os agentes de combate a dengue que foram transformados em funcionários CLTistas do serviço público federal. O mesmo pode acontecer com os trabalhadores fundacionais”. No Brasil inteiro, cerca de 23 mil trabalhadores estão na mesma situação.

O deputado Angelo Vanhoni, que intermediou a reunião, ficou satisfeito com os resultados. Em 27 de abril, Vanhoni participou da assembléia dos funcionários da Funpar/HC/UFPR, e de lá saiu com a incumbência de colocar esta pauta ao Ministério do Planejamento. Na próxima terça feira (01/06), a convite da direção do SINDITEST, o deputado volta a participar de nova assembléia, para contribuir na próxima etapa de repactuação do acordo.

Foto: Divulgação/Sinditest

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!