debate sobre o plano nacional de educação – união da vitória/pr

uniaodavitoria_parana_foto_gilsoncamargo_2011novembro16

A cidade de União da Vitória sediou debate sobre o Plano Nacional de Educação nesta sexta feira, 11/11/2011. O evento foi uma iniciativa do ex-deputado estadual Pedro Ivo Ilkiv em parceria com a prefeitura de União da Vitória, a APP Sindicato e os municípios de Paula Freitas, General Carneiro, Bituruna, Antônio Olinto, São Mateus do Sul e São João do Triunfo.

O Plano Nacional de Educação definirá as metas e estratégias que vão orientar as políticas educacionais no país para os próximos 10 anos. A Comissão Especial da Câmara Federal que analisa a proposta vem percorrendo as cinco regiões do Brasil, promovendo debates e audiências públicas para ampliar a participação da sociedade civil e identificar as demandas específicas de cada localidade.

 

O deputado Angelo Vanhoni antecipou que a leitura do relatório está marcada para a semana que sucede o feriado de 15 de Novembro, durante sessão da Comissão Especial do Plano Nacional de Educação, na Câmara Federal.

uniaodavitoria_parana_foto_gilsoncamargo_2011novembro3
Da esquerda para a direita: Marlei Fernandes, presidente da APP-Sindicato, Carlos Alberto Young, prefeito de União da Vitória, Angelo Vanhoni, Paulo Yamamoto, pró-reitor do IFPR, e Kurt Nielsen, prefeito de Porto Vitória.

A região de União da Vitória e dos municípios vizinhos precisa do apoio do governo federal e do governo estadual para se desenvolver de forma integrada. O potencial aqui é muito grande! O que nós queremos é que haja geração e oferta de empregos, desenvolvimento econômico e, principalmente, que haja educação de qualidade para a nossa juventude, para que os filhos e filhas dos moradores de União da Vitória possam ter um emprego decente, com acesso a uma formação profissional qualificada. É por isso que estamos anunciando hoje, com grande alegria, a instalação de um Instituto Tecnológico Federal na cidade de União da Vitória, que irá beneficiar também ao conjunto de municípios da região.

O Plano Nacional de Educação recebeu um grande número de emendas, mais do que qualquer outro projeto de lei desde a Constituinte de 1988, com a participação de representantes de todos os partidos brasileiros. São quase 3 mil contribuições! Entre os temas mais apontados pelos parlamentares está o aumento do financiamento da educação. A proposta encaminhada pelo governo em dezembro de 2010 estipulava um investimento de 7% do PIB. A maioria dos deputados, no entanto, entende que precisamos de um percentual ainda maior, sendo que grande parte das emendas sugerem a elevação deste índice a 10%. Isso a partir de uma análise da conjuntura atual. É preciso, porém, lembrar que o Brasil está se desenvolvendo rapidamente e que este percentual deverá implicar em recursos mais expressivos nos próximos anos. Estamos negociando com os diversos setores do governo para aumentar este índice e chegarmos a um patamar que possibilite garantir a realização das 20 metas que deverão transformar a qualidade da educação no país nos próximos 10 anos.

Os debates públicos sobre O PNE estão chegando a sua fase final. Como relator da proposta estive presente em 18 estados brasileiros nos últimos meses, percorrendo também diversas cidades do interior do Paraná, coletando informações sobre as necessidades de cada região, na perspectiva de desenvolver uma visão de conjunto, uma visão que contemple as diferenças locais e torne efetivas e viáveis as estratégias contidas no Plano. O relatório deverá ser lido já na semana que sucede ao feriado de 15 de novembro, na Câmara Federal.

Angelo Vanhoni

uniaodavitoria_parana_foto_gilsoncamargo_2011novembro25

Fotos: Gilson Camargo

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!