debate sobre o plano nacional de educação – pinhais/pr

debate_pne_pinhais_16_09_11_foto_gilsoncamargo1

O município de Pinhais sediou debate sobre o Plano Nacional de Educação nesta sexta feira, 16/09/2011. Participaram da mesa de abertura o prefeito de Pinhais, Luizão Goulart, a presidente da Câmara Municipal de Pinhais, Ivone Carvalho dos Santos, o vereador Edson Ribeiro, a secretária de Educação de Pinhais, Rosa Maria de Jesus Colombo, a secretária municipal de Educação de Piraquara, Loireci Dalmolim de Oliveira e a vice-prefeita de Pinhais, Marli Paulino.

debate_pne_pinhais_16_09_11_foto_gilsoncamargo

Luizão Goulart referiu as inciativas do município para melhorar a qualidade da educação, como a escola em tempo integral e os preparativos para sediar um centro de estudos tecnológicos. O prefeito porém ressaltou a dependência da chegada de novos recursos do governo federal.

Podemos inovar e melhorar com o que a gente tem hoje, mas, não podemos ir muito além se não tivermos mais recursos para a educação. Em Pinhais estamos implantando gradativamente a escola em tempo integral, fizemos eleições diretas em nossas escolas e um trabalho inovador na educação especial. Pinhais vai ter a oportunidade de sediar um Centro de Estudos Tecnológicos e nosso grande desafio é aperfeiçoar cada vez mais a educação básica. Nós esperamos que saia do Congresso Nacional um Plano de Educação que venha acompanhado de recursos novos, senão estaremos apenas remediando o que a gente tem. Nós precisamos de repasse de recursos novos, da União principalmente.

Luizão Goulart

debate_pne_pinhais_16_09_11_foto_gilsoncamargo6

O deputado Angelo Vanhoni defendeu o aumento da dotação orçamentaria do PIB para a educação. A proposta enviada pelo governo é de 7% e a idéia é lutar pela ampliação deste patamar. O relator citou a última avaliação do Enem como um demonstrativo da necessidade de maior financiamento à educação e lembrou que o investimento por aluno, no caso das escolas particulares é muito superior ao do ensino público, assim como a remuneração dos professores.

Das 100 escolas que tiraram as melhores notas no Enem, a grande maioria particulares, a média salarial passa de 5.000 reais por professor. Tem escola que cobra 7.000 reais por aluno! Quem paga menos está pagando na faixa de 900 reais de mensalidade. Se vocês somarem isso dá quase 12.000 reais por ano! O investimento por aluno na escola particular é muito maior do que na escola pública. Na escola pública estamos pagando 2.300 reais por aluno/ano. As opções mais baratas na inciativa privada pagam 12.000, e algumas chegam a pagar de 30 até 35 mil reais por ano!

Não dá para comparar o nivel de investimento no ensino particular com o do ensino público no Brasil. Não tem 20 anos que universalizamos o acesso ao ensino básico. E também não dá para comparar o ensino no Brasil com o ensino na Europa. Muitas vezes vemos a imprensa dizer, “o problema da educação no Brasil não é de dinheiro, é de gestão”, daí eles mostram uma escola na periferia, onde as famílas, muitas delas estão desorganizadas, o ambiente em casa é muito dificil, o pai e a mãe nao se preocupam com os filhos, o ambiente na escola é violento, etc… e dizem que este problema é apenas de gestão. Argumentam que o Brasil já investe 5% do PIB em educação enquanto a Alemanha investe 5,5%. O PIB da Alemanha, porém, é duas vezes maior do que o nosso e a populaçao é de 80 milhões, enquanto no Brasil é de 190 milhões.

Angelo Vanhoni

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!