conferência nacional de educação 2010 – etapa municipal curitiba – colégio estadual do paraná – 15/06/09

conae_foto_gilsoncamargo_15_06_09curitiba

A Conferência Nacional da Educação (CONAE) a ser realizada em 2010, precedida por conferências municipais e estaduais em 2009 será um acontecimento ímpar na história das políticas públicas do setor educacional no Brasil. Sociedade civil, agentes públicos, entidades de classe, estudantes, profissionais da educação e, pais, mães ou responsáveis de estudantes se reunirão em torno da discussão pela melhoria da qualidade da educação brasileira a partir do tema central: Construindo o Sistema Nacional Articulado de Educação: O Plano Nacional de Educação, Diretrizes e Estratégias de Ação. A CONAE deverá, portanto, constituir-se em espaço social de discussão da educação brasileira, articulando os diferentes agentes institucionais, da sociedade civil e dos governos, em prol da construção de um projeto nacional de educação e de uma Política de Estado. Assim, é fundamental garantir ampla mobilização e participação democrática nas conferências municipais e estaduais, assegurando mais representatividade e participação na Conferência Nacional.
A palestra de abertura coube a José Thadeu Rodrigues de Almeida, da comissão organizadora nacional da Conae, acompanhado pela professora Maria Dativa de Salles Gonçalves (UFPR). Almeida destacou que a Conae muda de forma estruturante a maneira como se faz educação no país, com a participação dos trabalhadores da educação, gestores públicos e privados e da sociedade civil.

conae_foto_gilsoncamargo_15_06_09curitiba4
Professores municipais levantaram cartazes com reivindicações que o magistério está levando ao debate. São bandeiras como a ampliação da hora-atividade, a diminuição de alunos por sala e a contratação de mais profissionais.

angelovanhoni_foto_gilsoncamargo_15_06_09curitiba3

“O Governo Lula, o governo que eu represento na Câmara Federal, tem realizado nos últimos anos um grande investimento na educação. São várias as ações que tem ampliado o acesso à educação e melhorado a qualidade do ensino no Brasil. Porque pensar educação é pensar o futuro. E ainda temos muito o que fazer. Momentos como este, em que a sociedade civil organizada se une, é o momento adequado para definir novas metas. A Conferência Nacional de Educação precisa encampar a luta contra a evasão no ensino médio, pensar e fazer uma escola viva para que os jovens possam ter acesso ao conhecimento de forma consistente, que alimente o espírito e amplie as perspectivas de trocas culturais, uma escola baseada nos valores da solidariedade, democracia e tolerância. Ainda faltam professores no Brasil. Por isso, é preciso que o investimento na formação dos professores seja prioridade em todo o território nacional. Por isso, o governo Lula investiu também no ensino superior. Foram 16 universidades federais construídas neste período, dentre elas, a UNILA – que dará um novo sentido à integração continental no ensino público. A aproximação dos povos latino-americanos para fortalecer nossos valores, culturas, histórias e lutas sociais. Na Unila, teremos vagas para 5 mil jovens brasileiros e 5 mil jovens latino-americanos.”
Angelo Vanhoni

angelovanhoni_foto_gilsoncamargo_15_06_09curitiba10
Vanhoni foi o relator
do projeto que instituiu a UNILA, na Comissão de Educação e Cultura, e participará no próximo dia 24 do Seminário sobre a Universidade da Integração Latino Americana.

 

mariadativa_foto_gilsoncamargo_15_06_09curitiba
A professora Maria Dativa – ao centro na imagem – ressaltou que a Conae é a culminância de um longo processo histórico, iniciado na década de 30 e que se radicalizou após a ditadura militar, quando educadores e a sociedade se organizaram para formular propostas à política educacional, influenciando a Constituição, a LDB e o PNE (Plano Nacional de Educação).

Maria Dativa de Salles Gonçalves foi indicada pelo deputado Angelo Vanhoni ao Prêmio Darcy Ribeiro da Câmara Federal, que homenageia pessoas que se destacaram e contribuíram para a educação brasileira. A professora, palestrante da mesa de abertura da etapa curitibana da Conferência Nacional da Educação, foi escolhida por ser referência na luta em prol da educação brasileira. Desde a década de 1980, quando foi fundadora e coordenadora do Fórum Paranaense em Defesa da Escola Pública é militante ativa dos movimentos da educação. O Fórum Nacional da Educação em Defesa da Escola Pública, do qual a professora também fez parte, foi o grande responsável pela formulação do capitulo sobre Educação da Constituinte de 1988 e pela elaboração da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
O segundo dia da Conae está reservado aos debates sobre os eixos da conferência. Pela manhã serão abordados assuntos referentes ao papel do Estado na garantia da Educação, gestão democrática, financiamento e controle social. Sustentarão os debates: Andréa Caldas (UFPR), Jorge Eduardo Wekerlin (SME), Andreia Gouveia (UFPR), Juliano S. de Oliveira (Sinepe) e Márcio Camargo (Universidade Positivo). A tarde, a mesa de debates é coordenada pelo Sismmac. Os temas tratados são o acesso e permanência escolar, formação e valorização dos profissionais, inclusão, diversidade e igualdade, com Marlei Fernandes de Carvalho (APP-Sindicato), José Airton Vidal Junior (Senai), Janeslei Albuquerque (APP-Sindicato), Mônica Ribeiro da Silva (UFPR).

dariovelozo_escultura_de_joaturin_foto_gilsoncamargo_curitiba1
Busto de Dario Vellozo, em escultura de João Turin, em frente ao Colégio Estadual do Paraná.

A Conferência foi realizada no Colégio Estadual do Paraná, fundado em 13 de março de 1846. A nova sede foi inaugurada em 1950 pelo Presidente da República General Eurico Gaspar Dutra e pelo Ministro da Educação e Cultura, Professor Clemente Mariani. Atualmente atende a cerca de 4.700 alunos, sendo considerado o maior e um dos mais antigos colégios públicos do estado.

Fotos: Gilson Camargo

2 Comentários

  1. Alexandre Aguiar
    18 de outubro de 2009

    Como espera-se de um país como o Brasil que é rico em recursos naturais, rico em fauna, flora que possa chegar a ser considerado um país desenvolvido se o governo ainda não percebeu a importância da valorização dos professores em nosso país? a remuneração é uma VERGONHA Nacional que lhes são oferecidos!com isso, os educadores desvalorizados no mercado de trabalho lecionam de qualquer jeito suas matérias e os probres alunos absorvem o conteúdo de maneira inóspita sem qualquer qualquer comprometimento com o ensino, devido a esse descaso, brilhantes educadore migram cada vez mais para outras áreas distintas de suas formações pedagógicas e quem perde somos todos nós cidadãos Brasileiros e constantemente observamos propagandas natelevisão pelo governo insentivando novos professionais a se tornarem futuros EDUCADORES, “RISOS” vocês acham mesmo que nossos jovens irão optar em ser professores com o salário que é oferecido atualmente? “riso” acredito que não e certamente continuaremos ouvindo e assistindo propagandas na televisão convidando mais pessoas ase tornarem professores. PIADA não????
    Acorda Brasil!
    Prof. Alexandre Aguiar
    e-mail:alexandre.aguiar31@yahoo.com.br

  2. rita scaramuzzi
    21 de março de 2010

    esse movimento da sociedade civil e governos pela a defesa da educação nacional é algo histórico. paraná fez um ótimo trabalho, parabéns. gostaria apenas que o site também publicasse as decisões em brasilia. é apenas uma sugestão. obrigada.

3 Trackbacks

  1. […] conferência nacional de educação 2010 – etapa municipal curitiba – colégio estadual do paraná – 15/06/09 Por vanhoni 1 Comment Categorias: Discursos e conferências e Uncategorized Tags: educação, mec, ministerio da educacao, professores O conteúdo deste post encontra-se em http://www.vanhoni.com.br/2009/06/conferencia-nacional-de-educacao-2010-etapa-municipal-curitiba-col… […]

  2. […] conferência nacional de educação 2010 – etapa municipal curitiba – colégio estadual do paran… […]

  3. By acervo de publicações do blog at Angelo Vanhoni on 29 de setembro de 2010 at 21:45

    […] conferência nacional de educação 2010 – etapa municipal curitiba – colégio estadual do paran… […]

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!