audiência pública sobre mobilidade – curitiba/pr

Calçadas e ciclovias dominaram o debate na terceira consulta pública promovida pela prefeitura na noite desta segunda-feira (8), para elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014. Realizada na sede do Serviço Social e Serviço Nacional do Transporte (Sest/Senat), no Boqueirão, com o tema Mobilidade, a audiência elevou para quase 80 mil o número de curitibanos que vêm participando ou acompanhando os debates iniciados na última quinta-feira (4). Até aqui, 6,5 mil sugestões já foram apresentadas nas três primeiras das nove consultas públicas programadas para até o próximo dia 17.

Só na noite desta segunda-feira, 500 pessoas reuniram-se no Sest/Senat e outras 22 mil acompanharam a audiência pelas redes sociais. Elas foram cumprimentadas pelo prefeito Gustavo Fruet, que abriu os trabalhos destacando a importância da participação popular. “O que vai ser de Curitiba nos próximos anos começa a ser delineado agora”.

Encarregado de apresentar as linhas mestras do que se pretende para Curitiba na área da Mobilidade, o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Sergio Pires, listou entre os grandes desafios a melhoria e ampliação dos serviços e equipamentos urbanos; a transformação de Curitiba numa cidade referência em acessibilidade e inclusão; e a oferta de novos serviços e soluções urbanas, num processo de inovação. Na área da mobilidade, explicou Pires, o que se pretende é um modelo sustentável, tanto na capital quanto na região metropolitana, e o caminho é a prioridade ao transporte coletivo, ao transporte não motorizado, e a integração entre os diferentes modais – aí incluídos pedestres, pessoas com deficiência, bicicletas, ônibus e carros.

Fonte texto: site da Prefeitura de Curitiba
Fotos: Gilson Camargo

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!