inauguração do centro de atenção psicossocial (caps) do boqueirão – curitiba/pr

Curitiba ganha mais um serviço especializado para atendimento a pacientes com transtornos mentais que funcionará em tempo integral. O Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Boqueirão 24 Horas foi inaugurado na manhã desta sexta-feira (17/05) pelo prefeito Gustavo Fruet, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o secretário municipal de Saúde, Adriano Massuda.

Localizado nas proximidades do Terminal do Carmo, o Caps Boqueirão tem capacidade para atender cerca de 400 pacientes por mês, além de 13 vagas para acolhimento noturno – entre as quais um leito de observação para pessoas em crise. São cerca de 700 metros quadrados divididos em salas de atividades, consultórios, posto de enfermagem, refeitório e alojamentos noturnos, entre outros espaços.

A nova unidade no Boqueirão é o terceiro serviço da rede de saúde mental que passou a funcionar em tempo integral, recebendo pacientes em qualquer hora do dia, inclusive nos finais de semana. Os Caps Portão e Cajuru, destinados ao atendimento de usuários de álcool e drogas, estão funcionando diariamente, em tempo integral, desde o dia 6 de abril. Além desses, funciona no mesmo sistema o Caps Centro Vida, na Vila Izabel, que é direcionado ao atendimento de crianças e adolescentes usuários de álcool e drogas.

Na imagem: Angelo Vanhoni, Sérgio Souza, Gustavo Fruet, Alexandre Padilha e Adriano Massuda.

O ministro Alexandre Padilha elogiou a estrutura do serviço no Boqueirão e ressaltou que os Centros de Atenção Psicossocial representam um salto importante na saúde pública para o enfrentamento dos problemas de transtornos mentais e dependências químicas. “Já no começo da gestão, o prefeito Gustavo Fruet mostra estar dando prioridade ao enfrentamento desses problemas com a abertura de um novo serviço”, afirmou.

O secretário de Saúde, Adriano Massuda, explicou que o objetivo é implantar em cada uma das regionais de Curitiba, um serviço 24 horas para atender pacientes com transtornos mentais e outro para dependentes químicos e de álcool. “É um grande investimento que estamos fazendo, em parceria com o governo federal, para ampliar e qualificar a rede de saúde mental da cidade”, destacou.

Fonte: página da Prefeitura de Curitiba
Fotos: Gilson Camargo

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!