18° encontro municipal do pt curitiba – 27 e 28/04/2012

O Encontro Municipal do PT, ocorrido neste sábado, 28/04, aprovou a proposta de aliança com o candidato Gustavo Fruet, do PDT, já no primeiro turno das eleições de 2012. A tese da chapa 1, a favor da aliança, venceu com 167 votos a tese da chapa 2, com 128 votos, que defendia candidatura própria para disputar as eleições municipais em Curitiba/PR.


Gleisi Hoffmann durante sua defesa da tese de aliança com o PDT  já no primeiro turno das eleições.

As teses foram defendidas por dois debatedores de cada tendência: A ministra Gleisi Hoffmann e o deputado federal Angelo Vanhoni apresentaram os argumentos da chapa 1, pró aliança com Gustavo Fruet; o deputado federal Dr Rosinha e o deputado estadual Tadeu Veneri os da chapa 2, a favor de uma candidatura própria. Antes de iniciar a votação, 10 delegados de cada chapa fizeram uso intercalado da palavra para aprofundar aspectos do debate. O encontro contou com a presença de 295 dos 300 delegados eleitos no dia 15/04 nas 9 regionais do partido na cidade.

Para o deputado Angelo Vanhoni, além de selar o compromisso de apoio à candidatura do PT ao governo do estado do Paraná em 2014, a aliança com Gustavo Fruet representa a perspectiva de exercer pela primeira vez, através de um plano de governo compartilhado com um partido da base aliada, o modo petista de governar em Curitiba.

Eu estou convencido que hoje, para que a gente possa conquistar o poder aqui na capital e fazer uma ruptura definitiva com quem vem governando essa cidade há mais de 40 anos, e colocar essa gestão municipal a serviço dos bairros que mais precisam, a serviço dos jovens que não tem política cultural, a serviço dos trabalhadores que sequer podem discutir qual é o orçamento real dessa cidade; eu tenho certeza de que se nós fizermos uma aliança e ganharmos o governo Curitiba vai experimentar o modo petista de governar, e aí nós vamos estar definitivamente abrindo uma nova perspectiva para o nosso partido, para a construção daquilo que nós queremos, sobretudo na periferia com os movimentos sociais.


Elói Pietá, secretário geral da executiva nacional do Partido dos Trabalhadores.

Secretário Geral do PT Nacional, Elói Pietá – “Curitiba fez um debate de altíssimo nível com argumentos convincentes dos dois lados, mas em toda disputa precisa se estabelecer a vontade da maioria, que julgou mais adequado fazer a aliança no primeiro turno. A existência, no entanto, de um lado forte que queria a candidatura própria faz com que o programa de governo seja muito debatido para se chegar a uma visão comum sobre os rumos da cidade de Curitiba e os compromissos nos planos estadual e nacional para 2014”.

Deputado Estadual Tadeu Veneri – “O sentido de unidade é que determinará se seremos companheiros nas próximas caminhadas, não temos mais chapa um e chapa dois. Saímos com alma grande para enfrentar os próximos desafios e é com essa alma grande que vamos derrotar o PSDB”.

Ministra Gleisi Hoffmann – “Terminamos um processo de debate, de disputa e de diálogo que reuniu os militantes do partido. É essa militância que faz do PT um partido diferente. Vence mais uma vez a democracia interna. O PT vai dar sustentação ao processo eleitoral”.

Ministro Paulo Bernardo – “Gustavo Fruet é uma pessoa que tem disposição para compor uma aliança, não só agora, mas também em 2014. O mais importante é definirmos o que vamos fazer em Curitiba. O grupo que está aí hoje não resolve os problemas estruturais. Os grandes problemas de mobilidade a Dilma é que está resolvendo. Quem faz políticas sociais aqui é o governo federal através do Bolsa Família e do PAC”.

Deputado Federal Dr. Rosinha – “A partir de agora não tem chapa um e chapa dois, tem união e unidade do partido para vencer as eleições de Curitiba”.

Presidenta do PT Curitiba, Roseli Isidoro – “O PT sai fortalecido desse processo. O próximo passo é restabelecer o diálogo interno e construir a unidade porque ela vai fazer a diferença na campanha da militância do PT em favor da candidatura majoritária. Também tenho convicção de que essa unidade do partido em conjunto com o PDT vai levar á ampliação da nossa bancada na Câmara Municipal, a exemplo da eleição para o governo do estado em 2010, quando caminhamos junto com o PDT”.

Fonte das citações: página do PT Curitiba

Publicar um comentário

Seu e-mail nunca será publicado. Campos com * são obrigatórios

*
*

Preencha os campos corretamente!